sábado, 20 de outubro de 2012

Trabalho com listas...

    As listas estão presentes no cotidiano de todo mundo. Quem não faz uma lista de compras quando vai ao supermercado?

    Por este motivo, é um tipo de texto que apresenta uma grande fonte de aprendizagem na alfabetização, pois sua estrutura é simples e faz parte do contexto social dos alunos.
     
     As variações são inúmeras, tanto em atividades de leitura, quanto de escrita.
     
   Os trabalhos podem ser realizados em grupo, duplas, individualmente, usando lápis e papel ou letras móveis.
     
   Vale a pena consultar o Guia de Planejamento - 1ª série - Ler e Escrever ( de cor laranja ), que orienta de forma mais profunda o trabalho com listas, a partir da página 91: 
http://lereescrever.fde.sp.gov.br/SysPublic/InternaMaterial.aspx?alkfjlklkjaslkA=302&manudjsns=0&tpMat=1&FiltroDeNoticias=3

   Considero estas atividades como as mais eficazes no meu trabalho e não abro mão de realizá-las duas vezes por semana (leitura e escrita).

Campo semântico: aprendi na prática


  Como já disse em outra postagem, no começo da carreira, fiquei confusa sobre qual metodologia seguir, mas sobre a eficácia das listas, eu nunca tive dúvida.
    
    No meu primeiro ano de trabalho tive uma experiência inesquecível...
     
    Levei para a classe uma " bela lista " de palavras com a letra " B ". A primeira palavra era BALEIA.
   
    Pedi para o aluno ler, pois eu já tinha " trabalhado o BA-BE-BI-BO-BU ", então era óbvio que ele saberia, mas não conseguiu. 

   Então eu disse que a primeira palavra era BALEIA e perguntei qual era a segunda. Ele respondeu GOLFINHO. Continuando, disse que a terceira era TUBARÃO.
   
     Vocês podem notar que houve um equívoco, mas não do aluno e sim da minha parte.
     
    O aluno pensou com uma lógica: se a primeira palavra era BALEIA, a lista era de animais marinhos.
    
   A lista que eu fiz não tinha um tema. Por se tratar de palavras com a mesma letra, era ampla, inadequada e não tinha nenhuma função social. 
     
    Deste momento em diante concluí que era essa linha que eu iria seguir. Não posso dizer que a teoria construtivista é absoluta, mas ocupa quase todo o espaço na minha prática.
    
    Se a lista tem um contexto e o aluno tem essa informação, consegue ler, mesmo sem saber ler convencionalmente e com certeza vai avançar no processo de alfabetização.
     
    Veja os modelos abaixo e faça uma comparação...


     É claro que a proposta não é " largar " a lista na mão da criança, mas solicitar que localize o que está escrito. E ao escrever, não se espera que escreva convencionalmente, mas que escreva segundo sua hipótese, refletindo e justificando suas escolhas. É nesse momento que pode confirmar ou descartar o que pensa sobre a escrita, ampliando seus conhecimentos.  

   Esta é a primeira parte de cinco, do vídeo "Ler para aprender" do Programa de Formação de Professores Alfabetizadores . Trata-se de um exemplo prático do trabalho com listas...


video


     Segue abaixo alguns exemplos de atividades para trabalhar com listas:








8 comentários:

  1. Parabéns pelo blog... Obrigado por sua visita...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por responder... muito sucesso para você...

      Excluir
  2. Vim conhecer seu blog e retribuir a visita. Sucesso e bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela gentileza... Quando possível, faça sua contribuição... Até logo...

      Excluir
  3. Olá! Tudo bem?
    O blog Ensinando com Carinho - Atividades para Alfabetização - está presenteando você com o Selinho Profissão Professor.
    Entre no blog e do lado esquerdo você encontra o botão "Selinho", é só você clicar nele. Após clicar vai abrir uma página do Blogger, é só você clicar no botão "Adicionar Widget".
    Parabéns! Você acaba de ganhar o seu selinho.
    Qualquer dúvida, pode me chamar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Adorei o seu blog. Seu trabalho é ótimo. Continue assim.

    Se quiser, dá uma passadinha no meu: alfabetizacaofazendoeaprendendo.blogspot.com.br/

    É sempre bom compartilhar conhecimentos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá Fernanda, obrigada pela visita, quero conhecer o seu blog também, meu objetivo é exatamente compartilhar as experiências e conhecimentos, sempre que possível, me visite...grande abraço

    ResponderExcluir