segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Letras móveis

     A aprendizagem dos alunos, na alfabetização, pode ocorrer de várias formas e por meio de diversos recursos.

     Dentre tanto materiais, quero destacar um dos mais valiosos nesta fase: as "letras móveis".

     Por dar a escrita um caráter provisório, fornece para a criança várias opções, de forma que possa escolher as letras mais adequadas para sua hipótese de escrita.

     Com o lápis e a borracha, o erro ficará marcado quando for preciso apagar alguma letra que não se adaptar a palavra que o aluno escrever.
     
     No caso das letras móveis, o conflito pode ser resolvido apenas trocando as letras, sem marcas e sem traumas...


   O Programa Ler e Escrever, da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, fornece um material super interessante que é colorido, resistente e de fácil manuseio. Este material faz parte do meu trabalho com os alunos do primeiro ano, onde realizo diversas atividades de escrita, como listas, textos memorizados, quadrinhas, parlendas, etc . Eles praticamente são alfabetizados com o uso deste recurso.

     Ao longo do tempo, reproduzi algumas variações de atividades com letras móveis...

  • Usando caixinha de fósforo:



  • Colocando três nomes de animais em um envelope para o aluno separar e escrever:









  • Tabela com ou sem banco de palavras:



     Abaixo estão as atividades para imprimir e montar de acordo com sua preferência:
  • Frutas:


  • Animais:





  • Tabelas:












8 comentários:

  1. Excelentes atividades!!! Adorei! Posso compartilhar em meu blog, citando a fonte e o link para teu blog? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniela, muito obrigada pelo comentário. É claro que pode compartilhar e agradeço pela confiança, volte sempre que quiser... Um abraço!

      Excluir
  2. Oi Cíntia soares, vendo estas atividades, decorrentes do seu enpenho, criativade e entuasiamo pelo ensinar e pela educação. sinto-me gratificada pela minha profissão e dizer que vale a pena acreditar em nossa loucura de ser professor(a), abraços!!!
    Margarete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Margarete... Obrigada pela visita! Realmente sou apaixonada pela área da alfabetização e isso me faz estudar, testar ideias, corrigir o que não está dando certo... Enfim, quero sempre dar o máximo do meu empenho pelo sucesso do meu trabalho... E tudo que aprendo e que dá certo, quero compartilhar... Um grande beijo para você!

      Excluir
  3. Olá, Cintia. Adorei o seu blog, os vídeos são excelentes. Tenho apenas 1 ano de magistério e estou precisando de ajuda, pois trabalho com uma turma de 4º ano de alfabetização. Tenho todos os níveis de leitura e escrita e não consigo desenvolver o trabalho. Principalmente os meninos, acham as atividades infantil. Os alunos que já leem, tem dificuldades com interpretação. Você poderia me ajudar? Marcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia... Com crianças mais velhas, o processo de alfabetização é mais difícil mesmo... Mas pensando no seu caso, acredito que um bom trabalho seria o de "escrita de legenda", pois podemos adaptar os assuntos de acordo com a faixa etária e ainda trabalhamos leitura, escrita e outros seguimentos da aprendizagem. Pretendo escrever uma postagem sobre o tema ainda nesta semana... Se você precisar de algumas dicas mais específicas, me mande mensagem pelo facebook (Cíntia Soares), pois é mais rápido para responder e interagir... Um abraço e muito sucesso...

      Excluir
  4. Olá! Gostei de suas sugestões de como se trabalhar com letras móveis. Gostaria de saber como ensinar criança de 2 anos com letras móveis
    contato: esterainha.uau3@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, que pergunta interessante! Com certeza, uma criança que tenha contato com as letras desde cedo, terá muitas vantagens na fase da alfabetização. Mas este contato deve acontecer de maneira lúdica, brincando mesmo com as letras, manuseando livros, ouvindo e contando histórias, etc. Obrigada pelo comentário... Abraço

      Excluir